Rondônia, segunda-feira, 28 de setembro de 2020
 
 

MANIFESTANTES QUE DEPREDARAM A PREFEITURA E ENFRENTARAM A PM SÃO ESTUDANTES DA UNIR | Imagemnews.com.br Agência Imagemnews - Jornal Eletrônico, Notícias de Rondônia e Região MANIFESTANTES QUE DEPREDARAM A PREFEITURA E ENFRENTARAM A PM SÃO ESTUDANTES DA UNIR
28/6/2013 - 17:52 - ( Cotidiano )

Os manifestantes que na ultima quarta-feira (26), atearem pedras no prédio da Prefeitura de Porto Velho e entraram em confronto com a Polícia Militar no local e posteriormente na escadaria da Universidade Federal da Unir eram do Diretório Central Estudantil (DCE) e do Movimento Estudantil Popular Revolucionário (MEPR), do qual a maioria dos integrantes são estudantes da própria universidade.

A identidade dos suspeitos foi revelada por representantes do Movimento pacifico “Vem Pra Rua PVH”, que indignados com a repercussão do fato decidiram procurar a imprensa para esclarecer que os atos de violência ocorridos no dia do manifesto, foram isolados e não atendem ao objetivo da grande massa que compareceram as ruas para reivindicar e protestar por causas populares.



O empresário Djalma Nunes (à esquerda), o estudante de Direito, Diego Bicário (ao centro) e o estudante de engenharia Civil, Ian San Rayol, são membros da organização do Movimento Vem Pra Rua PVH e se conheceram no primeiro manifesto realizado no dia 16 de junho, na Praça da Estrada de Ferro Madeira Mamoré, após mobilização pelas mídias sociais. 

A passeata realizada no dia 26, tinha como objetivo sair da Praça da Estrada de Ferro em direção ao Ministério Público para comemorar o derrubada do Projeto de Emenda Constitucional - PEC 37, que retira o poder de investigação do órgão.

Polícia sabia
De acordo com os representantes, a intenção dos integrantes do DCE e MEPR eram depredar o Palácio Getúlio Vargas, sede do Governo. Segundo eles, a própria Polícia Civil e Miliar já teriam conhecimento do propósito dos dois grupos, por isso deslocou um efetivo equipado para acompanhar os passos de seus integrantes.

“Tinha gente que não sabiam quem eram aquelas pessoas e estavam ali [prefeitura e escadaria da Unir] por que se perderam ou chegaram atrasados ao movimento organizado pelo Vem Pra Rua PVH e acabaram ali no meio. Infelizmente acabou sobrando para quem não merecia”, destacou Ian San Rayol ao pedir desculpas em nome do grupo aos populares que foram atingidos inocentemente pelo confronto.

O grupo Vem Pra Rua PVH destacou que apoia a ação da Polícia Militar e repudia a nota de repudio divulgada pela reitoria da Unir aos policiais, na qual diz que os manifestantes estavam apenas lendo as pautas das reivindicações na escadaria da universidade quando foram agredidos pelos policiais. “Ninguém lê pauta com pedras, paus e bombas”, destacaram o grupo. 
Segundo os representantes, o Vem Pra Rua PVH é um movimento pacifico, não prega a violência, e nem a agressividade contra a polícia, patrimônio público e privado. Além disso, atua em parceria com a Polícia Militar, informando o dia, hora e trajeto dos manifestos para segurança da população.

Novo manifesto
Na segunda-feira (1), dia em que ocorrerá uma paralisação nacional, o movimento pretende reunir milhares de pessoas novamente nas ruas de Porto Velho. A concentração às 16 horas na Praça da Estrada de Ferro Madeira Mamoré com saída em destino a Assembleia Legislativa, com o objetivo de reivindicar a reabertura do processo dos oito deputados envolvidos na Operação Termópilas. 

Confira fotos dos protestos anteriores em Porto Velho no dia 21 e no dia 26 de junho.


Fonte : Imagem News    Autor : Imagem News

 
 
Nome :
E-mail :
Comentários :

 

Digite o código ao lado :
Code Image - Please contact webmaster if you have problems seeing this image code Mostrar outro código

 

 
Existem ( 0 ) Comentário(s)

 
 
Nome :

E-mail* :

Cadastrar Remover


Nosso Telefone : (69) 3229-0355 / (69) 8402-4833 E-mail : [email protected]
Endereço: R. Joaquim Nabuco, 2507 sala 16 Bairro: centro Cidade : Porto Velho - Rondônia